Ocorreu um erro neste gadget
RSS

Expedição Rio Iapó



A expedição  teve por objetivo realizar a travessia entre Piraí do Sul à Castro fazendo o percurso por dentro do rio, remando em 4 botes aonde participaram 8 aventureiros.

Tudo começou nas três pontes localizado em Pirai do Sul, foi ali que  8 aventureiros se encontraram nas primeiras horas do dia 17 de setembro,  os aventureiros são Joni, Beto, Emerson, Eloy.
 Eros e  Melchiori Selmer (equipe no extremo),  Alisson e Bruno (equipe fora do mapa).
Depois da equipe de aventureiros toda reunida, foi a  hora de começarmos a inflar os botes e dividirmos a carga.




Clique na imagem para ampliar


Então  iniciemos a aventura rumo à Castro que nas primeiras horas de remada ocorreu tudo bem sem  nenhum imprevisto, depois de algum tempo navegando paramos para repor as energias.


























Após o rápido lanche lá estávamos nós novamente remando entre as muitas curvas do Rio Iapó, desviando de troncos que nem sempre era possível, fazendo com que em vários momentos perdêssemos o controle do bote e fossemos em direção aos galhos das árvores, alguns momentos tensos foram  passados principalmente por alisson e bruno, que tiveram alguns furos no bote que foi rapidamente resolvido com o trabalho em equipe.  Mais nada passou de sustos que eram substituídos logo em seguida por boas  gargalhadas.



















 









A tarde foi chegando e com ela o cansaço, depois de remar um dia inteiro já estávamos no município de Castro, mais longe ainda do nosso objetivo de  chegar na cidade, capitão joni que conhecia a região nos guiou até o local conhecido como capão alto, aonde foi nosso acampamento.
Em terra firme e  com a noite se aproximando rapidamente a equipe  foi logo dividindo as tarefas, uns ficaram encarregados de buscar lenha enquanto outros montavam as barracas e  preparavam a alimentação, que foi um delicioso churrasco e acreditem, pizza assada de forma totalmente improvisada numa forma, (depois dessa experiência muitos dos aventureiros usam essa técnica até hoje invés de ligar na pizzaria)rsrsrs.



Eros, kiori, Emerson e Eloy
Kiori


Beto e Capitão Joni



Joni que conhecia o local e sua história, resolveu compartilha conosco o que ele sabia, fato que tirou o sono de um aventureiro ja que ele nos conto que o lugar era assombrado e que antigamente moravam escravos na região, logo o papo foi mudado agora contavam piadas e outros causos. Após a descontração era hora de tentarmos dormi um pouco pois no amanhecer do dia seguinte ja estaríamos no rio para concluir a expedição, alguns conseguiram dormir nas suas barracas com certa facilidade , já outros apenas pequenos cochilos envolta da fogueira.
    O dia foi amanhecendo e rapidamente desmontemos o acampamento e tomemos um breve café da manhã,  em seguida fomos a mais um dia de remada. A animação continuava embora o cansaço ja era evidente, mais sabíamos que era questão de tempo para alcançar o objetivo.


























Depois de remar mais algumas horas, fizemos a ultima parada, o tempo estava bom diferente do dia anterior que passou nublado com raros momentos de sol, comemos mais alguns quilos de carne, descansamos algum tempo e partimos para ultimas horas de remada.





Não demorou muito para nós avistar a cidade de Castro, o cansaço foi substituído por euforia, que só aumento quando cheguemos a prainha que por ser um ponto turístico de castro se encontrava com bastante gente no local.



































Enfim expedição concluída com sucesso, foram mais de 60 km remando mais valeu cada gota de suor,  fica como recompensa  a fauna e flora que tivemos o prazer de presenciar nesses dois dias, a importância do trabalho em equipe a conquista  enfim é uma  experiência unica que poucos terão o prazer de reviver.

Para os aventureiros da Equipe Fora do mapa, foi com certeza a aventura mais memorável de 2011, especialmente para Bruno que dia 17 de setembro comemoro seu aniversário durante a expedição.

Parabéns a todos os envolvidos pela determinação, companheirismo e força de vontade.

Joni, Eros,kiori,Emerson,Eloy, Beto, Alisson e Bruno.  Expedição Rio Iapó 2011.


Divulguem, comentem, e acompanhem a Equipe Fora do Mapa em 2012, que vai trazer conteúdo para vocês que gostam de viver em contato com a natureza.

Feliz 2012.



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Morro da Onça Trekking ao Ponto mais alto dos Campos Gerais

Desta vez a equipe fora do mapa  fez um trekking até o ponto mais alto dos Campos Gerais, com 1.385 m de altitude conhecido como Morro da Onça ou Morro da Antena de TV, por se encontra no local as antenas de transmissão de sinal de TV da cidade de Piraí do Sul instalados em 1990.



A partir do centro da cidade são 11 km de caminhada até seu topo, que foram feitos em 2 horas e 31 minutos, com poucas parada para descanso, o caminho é bem tranquilo, já que é feito por estrada de terra não precisando enfrenta trilhas de mata. A dificuldade fica por conta dos últimos 3 km com subidas fortes que exige bastante da parte física, é uma boa hora para descansar alguns minutos.






Com certeza vale o esforço, pois você terá uma visão privilégiada não somente de toda a cidade de Piraí do Sul, mais de tudo o que esta em seu redor, a visão se perde em campos, morros e matas que visto desta altitude formam belíssimas paisagens. 





           









                       






  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Equipe Fora do Mapa

Equipe Fora do Mapa
Noel


Solange



Alisson



Bruno

O grupo, que se reuniu pela primeira vez no ano de 2008 para um despretensioso trekking (caminhada) em direção ao bairro Jararaca, atualmente convive em contato constante com a natureza e os encantos piraienses.
Com o tempo veio à experiência e com ela o aperfeiçoamento de técnicas de escalada, canoísmo e rapel, além, é claro, da atividade onde tudo começou: o trekking
.

No momento a Equipe Fora do Mapa é formada por 4 aventureiros, que dedicam seus finais de semana, a passarem o tempo em contato com a natureza, atraídos por belezas naturais não medem esforços para pode conhece cada lugar.


A equipe foi formada com o objetivo principal de explorar o desconhecido e  compartilha as descobertas.
Mostraremos também lugares populares já explorados antes, realizaremos expedições e criaremos eventos.



Interessados em falar com a Equipe Fora do Mapa, pode entrar em contato através do email foradomapa@hotmail.com.br  .










  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

Em Busca de Cavernas

A Equipe Fora do Mapa esteve no bairro do Espalha Brasa explorando a serra local em busca de cavernas,
local fica a 20 km da cidade de  Piraí do Sul.
Com informações de Tony, morador  local haveria algumas aberturas que levariam à  possíveis salões debaixo das rochas, então resolvemos reunir a Equipe que partiu com o objetivo de entrar nesses pequenos buracos e descobrir o que tinha em seu interior.
Passamos a noite de sábado para domingo hospedados na casa do Tony, domingo logo após o café da manhã, arrumamos nossas mochilas e partimos para descobrir o que nos esperava

Caminhamos por uma estrada de terra até à subida inicial apesar de não ser muito longa, ela é bem inclinada o que exige bastante das pernas

       




Chegando em cima da serra é necessário anda cerca de 1,5 km até o ponto em que se desce, guiados por Tony que conhecia bem o local não tivemos problemas.
Na descida ocorreram alguns tombos e escorregões o que é bem normal, fazendo com que paremos alguns minutos para dar boas risadas.








Depois de algumas horas de subida e descida encontramos uma pequena queda de água, que serviu para enchermos as garrafas e nos refrescarmos um pouco, já que o dia estava bem abafado e com jeito de chuva.
Em seguida descemos mais um pouco seguindo a mesma direção que a água fazia,  então para a surpresa da Equipe e de Tony que dizia não conhece aquela entrada, encontramos um pequeno buraco que tudo indicava descendo-o levaria para algum local debaixo das rochas.

Fomos logo retirando das mochilas os equipamentos para à descida, após amarrar bem as cordas e com lanternas em mãos iniciamos a exploração.



O local realmente formava um pequeno salão e  pequenas formações rochosas formadas pela água, local muito úmido, escuro e  extremamente  frio, descemos um por vez por questão de segurança.
Conseguimos registrar algumas imagens para compartilhar.

















Após todos apreciarem o local , aproveitamos para fazer um lanche e conversar sobre a experiência, e discutirmos os próximos passos. Resolvemos então andar um pouco mais até um local conhecido como Toca do Leão. Explica Tony que o local possui uma fenda, que antigamente quando se criava carneiros encima da serra, acontecia com frequência dos animais caírem na fenda o que era uma alimentação fácil pro felino, que usava o local para descanso, por isso o nome de Toca do Leão.
Encontramos pequenas ossadas perto da toca, o que tornaria a história mais verídica. Fiquemos pouco  tempo no local, devem estar pensando medo ?  Não!! Não foi isso que fez apresarmos os passos e sim o tempo que  estava cada vez pior e já era tarde, hora de inicia a volta.
Para finalizar a aventura  encontrarmos uma nova entrada para dentro da rocha, essa conhecida por Tony, novamente fizemos a exploração do local que dessa vez não havia muito espaço para se mover passando somente o corpo, o caminho levava até embaixo de uma pequena cachoeira, nada melhor para finalizar a exploração.































Com certeza retornaremos ao local, quantas vezes forem necessárias até darmos por satisfeito com a exploração, até porque  temos novas informações de outras entradas. E o objetivo principal da Equipe fora do Mapa é  explora o desconhecido da cidade de Piraí do Sul.
Esperamos semanalmente esta trazendo novos lugares para vocês, conhecidos e desconhecidos.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS